Café faz bem para saúde, mas excesso pode causar dependência.

14-04-2019 15:37

Café faz bem para saúde, mas excesso pode causar dependência

O café é tão amado no Brasil — e fora dele — que tem um dia mundial, comemorada amanhã. A bebida que ganhou o paladar de brasileiros e estrangeiros traz inúmeros benefícios para a saúde de seus consumidores. O contraponto é o exagero, que pode causar um certo tipo de vício.

A bebida é rica em cafeína, que ajuda a manter o cérebro mais alerta durante o dia.

— O café também bloqueia a recepção de adenosina no cérebro, uma substância responsável pela sensação de sono. O líquido ajuda a melhorar os movimentos peristálticos, fazendo com que a prisão de ventre seja minimizada — diz a nutricionista Maria Clara Pinheiro.

Além da cafeína, outras substâncias como cromo, cobre, zinco, manganês, magnésio e ferro também estão presentes na bebida.

 Esses são micronutrientes que estão envolvidos em inúmeras funções e vias metabólicas em nosso organismo, imprescindíveis para a manutenção do equilíbrio corporal. Eles trazem benefícios para o crescimento capilar e emagrecimento — exemplifica Nívea Bordin Chacur, nutróloga da clínica Leger.

Apesar de todos esses benefícios, porém, é preciso ter cuidado ao consumir café porque sua principal substância, a cafeína é passível de dependência. Uma xícara de expresso tem em torno de 60mg de cafeína. O ideal é não consumir mais que 200mg de cafeína por dia, ou seja, mais de três doses.

— As pessoas podem apresentar uma síndrome da abstinência quando ele não é consumido, gerando irritação, cansaço, inquietação e nervosismo. Em altas doses, o café pode aumentar o risco de hipertensão arterial, pois aumenta a vasoconstrição (diminui o diâmetro dos vasos sanguíneos), aumentando risco de infarto — alerta Maria Clara Pinheiro.

Além disso, a bebida pode interferir na qualidade do sono e gerar insônia em pessoas sensíveis. Por isso, é melhor evitar seu consumo à noite.

Motivos para tomar

Melhora concentração

A cafeína ajuda a melhorar a concentração e o desempenho cognitivo, porque deixa o cérebro mais alerta

Acelera o metabolismo

A cafeína também tem função termogênica, que acelera o metabolismo e ajuda o corpo a queimar calorias mais rápido

Reduz risco de diabetes

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, consumir café com regularidade ajuda a insulina a funcionar melhor, o que reduz os níveis de glicemia após as refeições e previne o diabetes

Diminui risco de Parkinson e Alzheimer

Pesquisadores canadenses identificaram um grupo de compostos no café capazes de inibir proteínas comuns de serem vistas tanto no mal de Alzheimer quanto no Parkinson, o que sugere que a bebida possa ajudar a prevenir estas doenças

Diminua o açúcar

Apesar de fazer muito bem, um dos grandes problemas é que os brasileiros colocam muito açúcar no café. Evite adoçar, aprenda a apreciar o gosto amargo da bebida

Voltar