Há 2500 anos já se fumava canábis

14-06-2019 12:40

A canábis tem sido usada pelos humanos ao longo da história para diferentes fins. Novas descobertas feitas pela Academia Chinesa de Ciências revelam que a substância já era usada em celebrações fúnebres há 2500 anos.

A Academia Chinesa de Ciências acabou de publicar um estudo na "Science Advances" onde anuncia que o uso de canábis para fins psicoativos acontece há mais de 2500 anos. As provas foram encontradas no cemitério Jirzankal, nas montanhas Pamir (China).

 

Juntamente com as 300 ossadas humanas, foram encontrados pequenos objetos de madeira. Após análise, revelaram uma grande concentração de THC (Tetra-hidrocanabinol) e outras substâncias encontradas na constituição da canábis. Estas descobertas foram possíveis graças aos novos métodos de análise utilizados para encontrar os compostos químicos nos objetos.

Investigadores da Instituto Max Planck, na Alemanha, dizem que a canábis era queimada numa pedra aquecida, depois colocada em braseiros de madeira e finalizavam com inalação do fumo "Esta é a prova mais antiga que temos do ritual de fumar canábis na região da Ásia", defende Robert Spengler, um dos investigadores, explicando que a planta era usada em rituais fúnebres para comunicar com entidades sobrenaturais e disfarçar o cheiro dos defuntos.

Apesar disso, não é possível perceber se o povo Jirzankal cultivava a planta ou apenas a apanhava, mas sabe-se que o povo estava n

Voltar