LUGARES ONDE É PROIBIDO CELEBRAR O DIA DOS NAMORADOS.

14-02-2019 14:03

A origem do dia do amor

Lugares onde é proibido celebrar o Dia dos Namorados
 
 

Foi São Valentim, de Roma, a inspirar a tradição de 14 de fevereiro. Por volta do século III d.C, o imperador Claúdio II havia proibido os soldados mais novos de se casarem, pois acreditava que o matrimónio perturbava as atividades das suas tropas. Mas Valentim, sacerdote da época, não respeitou o decreto imperial e realizou casamentos. Claúdio II descobriu o segredo e Valentim acabou por ser preso, torturado e condenado à morte. A execução terá sido a 14 de fevereiro. Antes de falecer, Valentim terá conseguido enviar e receber cartas na cela, o que originou a troca de cartões deste dia.

Hoje, o dia 14 de fevereiro - Dia dos Namorados ou Dia de São Valentim - tem fama de ser o mais romântico do ano. Neste dia, os casais trocam mensagens, cartas, presentes e outras ofertas de forma a mostrarem e a celebrarem o amor.

O amor até pode ser universal, já o dia...

Quer por questões religiosas, quer por culturais, vários países decidiram banir a celebração chegando mesmo a punir quem não respeita a regra.

Na Arábia Saudita, as demonstrações de afeto são proibidas em público e homens e mulheres não devem socializar em público. Não será surpresa que a celebração do amor não se tornasse popular neste país. Celebrar o Dia dos Namorados é proibido na Arábia Saudita desde 2002.

Em 2017, o Paquistão juntou-se à lista de países onde o Dia dos Namorados é proibido. Segundo o Supremo Tribunal, a celebração não é compatível com a tradição muçulmana.

Este não é o único país a banir o Dia dos Namorados devido à religião. Países maioritariamente muçulmanos como a Indonésia e a Malásia  também proibiram a celebração deste dia.

Choque cultural

Mas nem todos os países se opõem à celebração por motivos religiosos. Em 2011, as autoridades políticas e religiosas da região russa de Belgorod decidiram boicotar o Dia dos Namorados em nome da “segurança espiritual”. Oficialmente, ficou proibido celebrar a data nos edifícios do governo e nas escolas, enquanto que as instituições com financiamento público foram instruídas a refrear o festejo.

Talvez mais surpreendente, seja o facto de alguns lugares nos Estados Unidos e no Reino Unido - onde a tradição é forte - também terem começado a banir as celebrações do Dia de São Valentim. Muitas escolas na Flórida e Minnesota proibiram os estudantes de trazer cartões e presentes no Dia dos Namorados.

Em alguns casos, explica o site The Culture Trip, a intenção das escolas foi mostrar sensibilidade cultural. No entanto, em outros casos a proibição foi uma tentativa de tentar proteger o ambiente e, num caso específico no Reino Unido, a escola acredita que as crianças não têm maturidade emocional suficiente para entender o Dia de São Valentim.

 
 

 

Voltar