Milene Domingues: Não tenho medo de envelhecer.So dos meus joelhos.

24-02-2019 17:08

Em conversa exclusiva , a ex-jogadora de futebol fala sobre sua relação com o corpo, sobre a profissão do filho e como é ser embaixadora do time de futebol feminino do Corinthians

 

Milene Domingues, 39 anos, se vê na melhor fase de sua vida. Em entrevista exclusiva , a atleta e embaixadora do time de futebol feminino do Corinthians, conta que não tem medo de envelhecer."Não tenho medo de envelhecer, só dos meus joelhos[envelhecerem], que já são mais velhinhos que eu e assim eu não poderei mais jogar bola. Vou fazer 40 anos, mas eles já devem estar nos 60, porque tenho eles operado, mas não tenho medo, a velhice faz parte da vida, se eu não ficar maior é porque eu não estou mais por aqui", diz Milene.A esportista garante que o importante é envelhecer com saúde. "A estética é muito pessoal, tem mulher que prefere estar sempre jovem e bonita e tem mulher que gosta de parecer que a natureza e a idade foi chegando. A beleza não está no físico em si, quando a mulher está se sentindo bem, ela tá com 40 anos, mas com cara de 20, ela tem 60 e cara de 40, mesmo com as rugas, o olhar, expressão, energia e alma dela a faz ficar bonita, então eu quero envelhecer sim, até 102 anos, quero passar dos 100, não tenho medo, muito pelo contrário, quero viver bastante", conta Milene.

E até completar um século, a relação de Milene com o corpo só melhora, ela conta que seus cuidados com o corpo e pele são práticos. "Jamais durmo de maquiagem, não sou de me maquiar muito, mas eu posso chegar destruída ou exasta, mas não deixo de tirar e não deixo de passar protetor solar, pois eu sou muito branquinha, tenho sardas e elas acabam ficando mais escuras", explica. "Aos 33 anos comecei a cuidar mais com dermatologista, uso cremes específicos e manipulados, prezo pela praticidade sempre, essa tem sido minha rotina, por ser esportista não tenho muita paciência a tempo para tantos cremes e processos".

Milene Domingues é embaixadora do time feminino do Corinthians Futebol Clube (Foto: Reprodução / Instagram)

Na rotina de Milene está um amor antigo: o Corinthians Futebol Clube. "É maravilhoso poder voltar e estar no futebol com o Corinthians. O bom filho sempre torna a casa. O time sempre teve futebol feminino, mas não tinha tanto incentivo e em 2017 isso foi retomado. As meninas foram campeãs da Libertadores da América e eu fui convidada para ser a embaixadora do futebol feminino. Me senti lisonjeada e também porque é uma profissão nova, a embaixadora é uma porta voz do time, é quem arrecada patrocínios, eu participo desde reuniões do marketing até entrevistas e estou com as garotas no treino", diz a atleta, que junto com o time foi venceu o Campeonato Brasileiro e foi vice-campeã do Campeonato Paulista em 2018.

"Apoio meu filho. Todos os pais pensam na felicidade dos filhos, então quando eles escolhem algo que os fazem felizes, não importa o que seja, não precisa seguir a carreira dos pais. Existe um pouco de preconceito por ser DJ, como se não fosse uma profissão, hoje mudou essa ideia, os DJs não são pessoas da noite que se drogam, eles são DJs comprometidos, também são produtores e estudam música", conta Milena.Além das suas atividades com o time, Milene costuma compartihar nas redes sociais momentos ao lado do seu filho Ronald, do seu antigo relacionamento com ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário, que aos 18 anos trabalha como DJ e produtor.

A atleta revela que era uma das que tinha "preconceito da noite". "Por ser esportista eu nunca fui da noite, acordo cedo, não sou de beber, a vida é um pouquinho mais regrada, mas eu apoio muito ele, ele faz isso desde os 14 anos, então comecei a mudar esse pensamento. Porque tudo depende da sua intenção, não é o ambiente, é a pessoa. Eu confio demais no meu filho e sei da criação dele e a gente reza todos os dias para que fique assim. Vejo que ele é muito feliz, quer trabalhar e hoje está com 18 anos e trabalha demais, é residente em uma casa noturna, ganha o próprio dinheiro, estou feliz por ele", diz.

Milene Domingues e o filho Ronald (Foto: Reprodução / Instagram)
Voltar